Just another free Blogger theme

Tecnologia do Blogger.

Feed

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner


Videos

Loading...

Seguidores

Blog Archive

Postagens populares

20 março 2013


 


Saneamento
• E o conjunto de medidas, visando preservar ou modificar as condições do ambiente com a finalidade de prevenir doenças e promover a saúde.
• Controla todos fatores do meio físico que exercem ou podem exercer efeito nocivo à saúde.


Saneamento básico
• Se restringe ao abastecimento de água e disposição dos esgotos. Podem ser incluídos os resíduos sólidos nesta categoria.
• Saneamento Ambiental: Inclui além do abastecimento de água, sistema de esgoto, resíduos sólidos, controle de roedores e insetos e drenagem publica.

Atividades do Saneamento
• 1- SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA – S.A .A
• 2- SISTEMA DE ESGOTO SANITÁRIO -_ S.E.S
• 3- DRENAGEM PLUVIAL
• 4 - RESIDUOS SOLIDOS


1- SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA – S.A .A


• Histórico : preocupação- condução de água em grandes distâncias e distribuição.
• Século XVII – ferro fundido e bomba a vápor.
• Água contaminada – despejos
• 1900 – USA- coagulação e floculação
Objetivos da implantação do SAA.


• Adequar a água retirada da natureza quanto a sua qualidade – tratar.
• Transporta-lá até aglomerados humanos.
• fornecer a população quantidade de água compatível com sua necessidade.
• S.A .A “o conjunto de obras, equipamentos e serviços destinados ao abastecimento de água potável de uma comunidade para fins de consumo doméstico, serviços públicos, consumo industrial e outros usos”.
Benefícios do S.A .A.:


• Melhoria da saúde e das condições de saúde.
• Diminuição da mortalidade em geral, principalmente infantil.
• Aumento da expectativa de vida da população.
• Diminuição de incidência de doenças relacionadas a água.
• Implantação de hábitos de higiene.
• Facilidade de limpeza pública.
• Conforto e bem-estar da população.
• Diminuição com gastos públicos no tratamento de doenças.
• Incentivo ao turismo.
• Instalações de comércio e industria.

2- SISTEMA DE ESGOTO SANITÁRIO


• Histórico: inicio- afastamento em recipientes de barro ou metal.
• Egito – canais para águas servidas – rio
• Roma – primeira a ter S.E.S _galeria até o rio tigre – Cloaca Máxima. Posteriormente dutos ligavam as casas a Cloaca ( dejetos, águas servidas e da chuva).
• Brasil –1864 – S.E.S no Rio de Janeiro
Objetivos da implantação do SES.


• Coleta dos esgotos individual ou coletiva.
• Afastamento rápido e seguro dos esgotos, seja através de fossas ou de sistemas de redes coletoras
• Tratamento e disposição sanitária final dos esgotos tratados.



Benefícios do S.E.S


• Melhorias das condições sanitárias;
• Conservação dos recursos naturais;
• Eliminação de focos de poluição/ contaminação;
• Eliminação de problemas estéticos desagradáveis;
• Redução das doenças ocasionadas pela água contaminada;
• Melhoria do potencial produtivo do ser humano;
• Redução dos recursos aplicados nos tratamentos de doenças, uma vez que grande parte delas esta relacionadas com a falta de uma solução adequada de esgotamento sanitário;
• Diminuição dos custos de tratamento de água para abastecimento, que seriam ocasionados pela poluição dos mananciais.

3- DRENAGEM PLUVIAL


• Urbanização - impermeabiliza o solo, dificultando a infiltração e aumenta escoamento superficial.
•  Empoçamento;
•  Inundações;
•  Erosões;
•  Assoreamento.
• É necessário o controle do escoamento das águas de chuvas - evitar os seus efeitos adversos: prejuízos a saúde, segurança e bem estar da sociedade.
Objetivos dos sistemas de drenagem
• assegurar o trânsito de pedestre e veículos
• controlar as erosões
• proteger as propriedades localizadas em áreas sujeitas a erosões e/ou inundações e consequentemente os cidadãos
• proteger os logradouros e vias publicas
• proteger e preservar os fundos de vale e cursos d’água
• eliminar a proliferação de doenças e de áreas insalubres
Componentes do sistema de drenagem
• Caminho da chuva: área urbana - escoam pelos telhados – terrenos - ruas – (“sarjetas”) - ‘bocas- de- lobos’.
• As águas escoam abaixo do nível da rua, -s “ tubos de ligações”- encaminhadas aos “ poços de visitas” ou as “ caixas de passagem” - “ galerias de águas pluviais”.

Componentes do sistema de drenagem
• Sarjetas: funcionam como um canal a céu aberto.
• Ruas e avenidas: devem ser projetadas levando em conta, seu funcionamento como elemento hidráulico.
• Bocas de lobos: captam as águas pluviais do escoamento superficial pelas sarjetas, encaminhando-as aos poços de visitas ou caixas de passagem (bem dimensionadas e limpas)
• Tubos de ligações ou ramais: levam as águas captadas pela água de lobo - galerias ou diretamente aos canais (400 mm)
• Canalizações ou galerias: sob o eixo da via publica.

4 - RESIDUOS SOLIDOS


• Produção: bens de consumo-lixo
• Eliminação não adequada: Lixões
- problema ambiental ( contaminação do ar, água, proliferação de insetos e roedores)
- problema econômico – materiais e energia

3 Rs – Reduzir, Reaproveitar e Reciclar
Componentes de serviços de limpeza publica
• limpeza de logradouros (varrição, capina)
• acondicionamento de lixo
• coleta de lixo
• tratamento e disposição final do lixo (aterro sanitário, compostagem, incineração )
• reciclagem
• disposição de entulho ( reciclagem)
Aterro Sanitário e Controlado
• “técnica de disposição de resíduos sólidos urbanos nos solos, sem causar danos á saúde publica e a sua segurança, minimizando impactos ambientais. Método que utiliza princípios de engenharia para confinar os resíduos sólidos a menor área possível e reduzi-la ao menor volume permissível, cobrindo-os com uma camada de terra na conclusão de cada jornada de trabalho, ou a intervalos menores, se for necessário”.
• (instalação de apoio - sistema de drenagem água e gases - coleta e tratamento do liquido-impermeabilização do solo)

Compostagem
• É a transformação de resíduos orgânicos presentes no lixo, através de processos físicos, químicos e biológicos, em material mais estáveis e resistente. O resultado final é o composto, excelentes condicionador orgânicos dos solos.
• Etapas: física (separação, homogeneização em leiras); biológica (digestão e fermentação)
• Monitoramento do processo:aeração, umidade, tamanho das partículas, pH e temperatura)

Incineração


• Processo de redução de peso (em ate 70%) e de volume (em ate 90% ) do lixo através de combustão controlada, de 800 a 1.000 ºC. Processo é realizado em fornos especiais, nos quais se pode garantir oxigênio para combustão, turbulência, temos de permanência e temperaturas adequadas.
• Inconveniente - liberação de gases tóxicos que precisam ser tratados (dioxina)

Reações:


Olá Pessoal pessoal se você gostou da postagem me mande um email para sugestão ou perguntas fmbacelar@gmail.com

0 comentários:

Postar um comentário

Segue alguns símbolos, caso necessitem utilizá-los:
____________________________________________


α β γ δ ∆ λ μ Ω ο ρ φ χ ψ ξ ε η θ π ∂ ∑ ∏ ℮ אօ ∞ ℝ ℕ ℚ ℤ Ø f◦g
½ ¼ ¾ ½ ⅓ ⅔ ⅛ ⅜ ⅝ ⅞ ² ³ ¹ º ª ₁ ₂ ₃ ₄ ≈ ≠ ≡ ∀ ∃ ⇒ ⇔ → ↔
∈∋∧ ∨ ⊂ ⊃ ∩ ∪ − + × ± ∓ ÷ √ ∛ ∜ ⊿∟ ∠→ ↑ ↓ ↕ ← ≤ ≥
outros
√ ∇ ∂ ∑ ∏ ∫ ≠ ≤ ≥ ∼ ≈ ≅ ≡ ∝ ⇒ ⇔ ∈ ∉ ⊂ ⊃ ⊆ ⊇ \ ∩ ∪ ∧ ∨ ∀ ∃ ℜ ℑ

Postagens Relacionadas