Just another free Blogger theme

Tecnologia do Blogger.

Feed

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner


Videos

Loading...

Seguidores

Blog Archive

Postagens populares

20 março 2013


Poluição das Águas Naturais


Poluição da Águas Naturais
4.1- Conceitos
  • De acordo com a Lei nº 6.938, de 31 de agosto de 1981, que dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente:
Ø  Poluição é definida como a degradação da qualidade ambiental resultante de atividades que direta ou indiretamente:
a)       Prejudicam a saúde, a segurança e o bem-estar da população;
b)       Criam condições adversas às atividades sociais e econômicas;
c)       Afetam desfavoravelmente a biota;
d)       Afetam as condições estéticas ou sanitárias do meio ambiente;
e)       Lançam matérias ou energia em desacordo com os padrões ambientais estabelecidos.
Ø  A poluição tem um sentido amplo, não se restringindo apenas aos prejuízos que possa causar ao homem ou aos outros seres vivos. Desde que uma alteração provocada em um meio prejudique um uso benéfico definido para ele, diz-se que houve poluição.
v  Assim  outros fenômenos que agridem o meio e sua integridade podem ser considerados como um tipo de  poluição como:

      (1) introdução de uma grande quantidade de água doce mesmo limpa em um ambiente marinho (causa modificações no ecossistema);

     (2) perturbações cíclicas causadas por fenômenos naturais: chuvas, enchentes, etc. (transporte de matéria orgânica em decomposição no solo, para os rios altera o equilíbrio de CO2);

     (3) mudança na velocidade de escoamento de um rio, arrastando todo o fundo do rio (pode prejudicar a reprodução de peixes);

     (4) lançamento de águas aquecidas, diminuindo a quantidade de O2 necessária a respiração de peixes (poluição térmica).
Ø  Dentro desta visão, pode-se entender a poluição de um recurso hídrico como: qualquer alteração de suas características, de modo, a torna-lo prejudicial às formas de vida que ele normalmente abriga ou que dificulta ou impeça um uso benéfico definido para ele.
Ø  A poluição é um conceito relativo, sendo função de uso (usos) definido para o recurso hídrico, ao qual são necessários determinados requisitos de qualidade.
Ø  Quando a poluição de um determinado recurso hídrico resulta em prejuízos à saúde do homem, diz-se que há contaminação.
Ø  Assim, contaminação é um caso particular de poluição. Uma água está contaminada quando recebeu microrganismos ou sustâncias químicas ou radiativas que possam causar malefício ao homem.
4.2- Fontes de poluição
vOs poluentes podem alcançar às águas superficiais ou subterrâneas através do  lançamento direto, precipitação, escoamento pela superfície do solo ou infiltração
vAs fontes de poluição das águas podem ser localizadas ( pontuais ) ou não pontuais       ( difusas )
Ø As principais fontes de poluição da água são:
-          de origem natural: decomposição de vegetais, erosão das margens, salinização, etc.
-          esgotos domésticos
-          esgotos industriais
-          águas de escoamento superficial
-          de origem agropastoril: excrementos de animais, pesticidas, fertilizantes
-          lixo
Ø  Fontes naturais
·         A poluição resultante de processos naturais, geralmente, não causa problemas de maior importância, a não ser que os mesmos sejam intensificados pelo homem.
·         Em condições normais:
-          decomposição de vegetais ou animais mortos
-          erosão das margens
·         Alterações do meio como resultado da ação do homem
-          represamento de águas em áreas com abundante vegetação
-          desmatamento de margens de recursos hídricos, causando maior erosão do solo,
-          com conseqüente aumento do material carreado para as   águas, provocando incremento na turbidez, assoreamento, etc
·         Salinização de águas represadas devido a evaporação
Ø  Esgoto domésticos
·         Os esgotos domésticos (ou sanitários) são os originários, predominantemente, das habitações, sendo provenientes de instalações sanitárias, lavagem de utensílios domésticos, pias, banheiros, lavagem de roupas, etc.
Ø  Dependendo do tipo de cidade, contém, em maior ou menor quantidade,resíduos líquidos das atividades comerciais, industriais e outras.

Os esgotos domésticos têm composição mais ou menos definida, variando em função da sua concentração, dos hábitos da população, do tipo de sistema de esgotamento e da natureza de outras contribuições. Os esgotos domésticos apresentam as características:




Esgotos industriais
·         Os resíduos industriais variam em função do tipo de processamento utilizado, caracterizando-se por:
-          Demanda Bioquímica de Oxigênio ( DBO )
-          Presença de compostos químicos tóxicos
-          Temperatura elevada > presente em água de resfriamento
-          Cor, turbidez e odor
-          Nutrientes
-          Sólidos dissolvidos
-          Ácidos e álcalis
-          Óleos, graxas e similares
-          Microrganismos patogênicos
  No Brasil, as indústrias mais poluidoras dos recursos hídricos são:  fábrica de papel e celulose; indústria química; açúcar e álcool; aços e metais; têxtil; alimentícia (bebidas e laticínios); curtumes; matadouros; petroquímicas
Ø   Água de escoamento superficial
·       As concentrações de impurezas carreadas pelas águas pluviais ao escoarem pelo solo dependem  de vários fatores: usos do solo na área; fatores hidrológicos (duração, quantidade e freqüência das chuvas ); tipos de atividades desenvolvidas ( construções, desmatamentos, movimentos de terra ); tipo de pavimentação ou cobertura; vegetação existente; estrutura e composição do solo.
·               A qualidade da água de drenagem depende do período em que a mesma ocorre, sendo maior o teor de impurezas no início do escoamento.
·               As águas pluviais urbanas podem caracterizar-se pela presença de sólidos; matéria orgânica; microrganismo patogênico; defensivos agrícolas e fertilizantes; compostos orgânicos.
Ø                 Agropastoril
·               Entre as fontes agropastoril de maior importância, consideram-se: os pesticidas, os fertilizantes e os excrementos de animais.
·               Os problemas maiores são causados pelos organoclorados ( clorados orgânicos ) devido a sua maior persistência no solo, a qual, muita vezes, atinge vários anos. Os que apresentam maior persistência no solo são: DDT; dieldrim; lindano; clordana; heptacloro e eldrim.
·               Os inseticidas organofosforados  ( fosforados orgânicos ) são os menos persistentes no solo, permanecendo apenas algumas semanas ou meses.
Ø   Lixo
·               A disposição  dos resíduos sólidos no solo, às margens de cursos d` água, ou diretamente nos mananciais, pode causar alterações na qualidade da água, de caráter, físico, químico e biológico.
·               O lixo depositado em aterro decompõe- se produzindo um líquido mal – cheiroso, de coloração negra, chamada de chorume.
·               O chorume pode alcançar aqüíferos subterrâneos ou mananciais superficiais de água, alterando- lhes a qualidade.
·               A decomposição do chorume é variável, em função dos tipos de resíduos que compõe o lixo. A DBO do chorume é elevadíssima, da ordem de 30 a 100vezes a do esgoto sanitário, cujo valor oscila de 200 a 300 mg/L..
4. 3- Modos de ocorrência da poluição
·               Os poluentes podem alcançar os recursos hídricos através de diversos mecanismos, a partir de uma determinada fonte.


            
 Assim, as principais fontes de poluição das águas são:
·                     Águas superficiais : esgotos domésticos; esgotos industriais;  águas pluviais; resíduos  sólidos ( lixo ); pesticidas; fertilizantes; detergentes;   precipitação   de   poluentes   atmosférico ( sobre o solo ou a água); alterações nas margens dos mananciais
·                     Águas subterrâneas: infiltração de esgotos a partir de sumidouros ou valas de infiltração (fossas sépticas); infiltração de esgoto em lagoas de estabilização ou em outros sistemas de tratamento usando disposição no solo; infiltração de esgoto aplicado no solo em sistemas de irrigação; percolação do chorume resultante de depósitos de lixo no solo; infiltração de água contendo pesticida, fertilizantes, detergentes e poluentes atmosféricos depositados no solo; infiltração de águas poluídas; vazamentos de tubulações ou depósitos subterrâneas; intrusão de água salgada; resíduos de outras fontes (cemitérios, minas, depósito de material radioativo.
4.4- Conseqüência da poluição da água.
·         A poluição dos recursos hídricos provoca muitos problemas, os quais tendem a se agravar, como resultado do uso incorreto que o homem faz da mesma e das atividades que desenvolve em suas margens e na bacia hidrográfica como um todo.
·         As conseqüências negativas da poluição da água podem ser de caráter sanitário, ecológico, social ou econômico, podendo-se enumerar:
o    Prejuízos ao abastecimento humano, tornando-se veículo de transmissão de doenças.
o    Prejuízos a outros usos da água, tais como industrial, irrigação, pesca, recreação, etc.
o    Agravamento dos problemas de escassez de água de boa qualidade
o    Elevação do custo de tratamento da água, refletindo-se no preço a ser pago pela população.
o    Assoreamento dos mananciais, resultando em problemas de diminuição da oferta de água e de inundações.
o    Desvalorização das propriedades marginais
o    Prejuízos aos peixes e aos outros organismos aquáticos, desequilíbrio ecológico;
o        Proliferação excessiva de algas e de vegetação aquática, com suas conseqüências negativas.
o    Degradação da paisagem.
o    Impacto sobre a qualidade de vida da população
Ø   As principais conseqüências da poluição da água, a partir de diversas alterações e respectivas fontes são:
·         Elevação da temperatura
·         Principais fontes: águas de resfriamentos; despejos industriais
·         Conseqüências:
-   Aumento das reações químicas e biológicas, podendo ocorrer a elevação da ação tóxica de alguns elementos e compostos químicos;
-          Redução do teor de oxigênio dissolvido
-          Diminuição da viscosidade da água, ocasionando o afundamento de organismos aquáticos.
·           Sólidos
·         Principais fontes: esgotos domésticos; esgotos industriais; lixo; mineração.
·         Conseqüências
-          Assoreamento dos recursos hídricos => diminuição de vazão de escoamento e de volume  de armazenamento => inundações
-          soterramento de animais e ovos de peixes
-          aumento da turbidez da água
·      Matéria orgânica
·         Principais fontes: esgotos domésticos; esgotos industriais; chorume (lixo); dejetos de animais; proliferação de algas e plantas aquáticas; decomposição de vegetação submersa
·         Conseqüências:
-          Redução de oxigênio dissolvido
-          Maus odores, quando a decomposição é anaeróbia
·     Microrganismos patogênicos
·         Principais fontes: esgotos domésticos; outros resíduos contaminantes (lixo, esgotos industria)
·         Conseqüências:
-          Transmissão de doenças ao homem
·                                 Nutrientes
·         Principais fontes: esgotos domésticos; fertilizantes; decomposição de  vegetais;
     esgotos industriais
·         Conseqüências:
-          Eutrofização das águas => proliferação de algas => de vegetais aquáticos  => sabor e odor, coloração; toxidez; massa de matéria orgânica; corrosão; redução da penetração de luz solar; redução do oxigênio dissolvido; danos a vegetação aquática; prejuízos à recreação e a navegação; danos as bombas e turbinas
-          aspecto estético desagradável
·         Mudanças no pH

·         Principais fontes: esgotos domésticos; esgotos industriais; oxidação de matéria orgânica; poluentes atmosféricos (chuvas ácidas)
·         Conseqüências:
-          Corrosão
-          Efeito sobre a flora e fauna
-          Prejuízos à utilização na agricultura e em outros usos
-          Aumento da toxidez de certos compostos (amônia, metais pesados, gás sulfídrico)
-          Influência no tratamento de água.
·   Compostos tóxicos
·          Principais fontes: esgotos industriais; pesticidas; fertilizantes; lixo industrial; garimpo e mineração.
·         Conseqüências:
-          Danos a saúde humana
-          Danos aos animais aquáticos
·   Corantes
Reações:


Olá Pessoal pessoal se você gostou da postagem me mande um email para sugestão ou perguntas fmbacelar@gmail.com

0 comentários:

Postar um comentário

Segue alguns símbolos, caso necessitem utilizá-los:
____________________________________________


α β γ δ ∆ λ μ Ω ο ρ φ χ ψ ξ ε η θ π ∂ ∑ ∏ ℮ אօ ∞ ℝ ℕ ℚ ℤ Ø f◦g
½ ¼ ¾ ½ ⅓ ⅔ ⅛ ⅜ ⅝ ⅞ ² ³ ¹ º ª ₁ ₂ ₃ ₄ ≈ ≠ ≡ ∀ ∃ ⇒ ⇔ → ↔
∈∋∧ ∨ ⊂ ⊃ ∩ ∪ − + × ± ∓ ÷ √ ∛ ∜ ⊿∟ ∠→ ↑ ↓ ↕ ← ≤ ≥
outros
√ ∇ ∂ ∑ ∏ ∫ ≠ ≤ ≥ ∼ ≈ ≅ ≡ ∝ ⇒ ⇔ ∈ ∉ ⊂ ⊃ ⊆ ⊇ \ ∩ ∪ ∧ ∨ ∀ ∃ ℜ ℑ

Postagens Relacionadas